Downloads

Consulta Pública Certificação CERFLOR – Suzano Papel e Celulose S.A. – UNF Maranhão

DOWNLOAD

CARTA DE COMUNICAÇÃO PÚBLICA

Avaliação de certificação do Manejo Florestal desenvolvido pela Suzano Papel e Celulose S.A. – UNF Maranhão, em Imperatriz e região do estado do Maranhão

Informações gerais:

A Sysflor Certificações Florestais vem através desta, convidar V. Sa. para participar do processo de Certificação do manejo de plantações florestais, localizadas em Imperatriz e região, Maranhão, (5° 20′ 32,683” S e 47° 43′ 31,947″ W). A Suzano Papel e Celulose S.A. – UNF Maranhão é a requerente dessa avaliação e responsável pelo manejo. A sede regional da empresa está localizada na Avenida Newton Bello s/n, Bairro Santa Rita (Estrada do Arroz, km 13, Povoado Bacaba), Imperatriz, Maranhão, CEP: 65919-050, Brasil.

O Cerflor – Programa Brasileiro de Certificação Florestal – surgiu em agosto de 2002, durante o Fórum de Competitividade da Cadeia Produtiva de Madeira e Móveis. De acordo com os critérios pré-estabelecidos pelo INMETRO, o Cerflor é uma certificação brasileira que promove o bom manejo florestal no país. As normas que compõem o Cerflor foram elaboradas pela CEE – Comissão de Estudos Especial de Manejo Florestal, no âmbito da ABNT – Associação Brasileira de Normas Técnicas, fórum nacional de normalização.

Em 2008, a Suzano – Papel e Celulose S.A. anunciou o seu plano de expansão com a construção de duas novas plantas industriais, uma no Maranhão, outra no Piauí. Em dezembro de 2013, com o início da operação da Unidade Imperatriz, a empresa passou a ter a capacidade de produção de 1,5 milhão de toneladas de celulose por ano e geração de excedente de energia de 100 MW. A base florestal da Suzano está distribuída nos estados do Maranhão, Pará e Tocantins. No Maranhão, os imóveis estão localizados no eixo Porto Franco – Cidelândia – Imperatriz – Açailândia – Bom Jesus das Selvas. No estado do Pará, os imóveis estão localizados no eixo Rondon – Dom Eliseu – Ulianópolis – Paragominas. No estado do Tocantins, os imóveis estão localizados no eixo Darcinópolis – Ananás – Araguatins. Essas áreas estão agrupadas em 3 macrorregiões, sendo elas: Macrorregião Cidelândia – Maranhão (MA2, MA3, MA4, MA5 e MA6); Macrorregião Dom Eliseu – Pará (PA1 e PA2); Macrorregião Porto Franco – Maranhão e Tocantins (MA1 e TO1). A área objeto de avaliação para recertificação CERFLOR da empresa na UNF-MA corresponde à 333.365,53 hectares de área total, dos quais 137.310,53 ha são áreas produtivas de plantios de eucalipto e 188.339,35 ha são áreas de conservação. O manejo florestal na unidade florestal do Maranhão é conduzido pela área de Gestão Florestal da empresa a fim de satisfazer os seguintes objetivos: Produzir madeira para atender a demanda local da fábrica; Estimular a produção de madeira e de outros produtos para diferentes usos; Zelar e conservar as formações naturais representativas presentes nas áreas, em especial nas Áreas de Alto Valor de Conservação (AAVC) e seus atributos; Proporcionar condições adequadas de trabalho nas operações florestais; Promover o bem-estar social, gerando empregos, colaborando diretamente ou indiretamente com as comunidades adjacentes; Promover ações educativas e de estímulo para uma atuação responsável de seus colaboradores e da sociedade.

Equipe de avaliação:

A avaliação será conduzida por uma equipe multidisciplinar, formada por profissionais experientes em processos de avaliação de manejo de plantações florestais. A equipe analisará aspectos sociais, ambientais e econômicos que compõem os padrões do Cerflor e os resultados servirão como fundamento para a decisão sobre a certificação do empreendimento candidato.

Etapas da avaliação:

1. O processo de avaliação teve início em 04 de maio de 2018 com a elaboração dessa carta consulta para a participação popular e da sociedade civil, e se estenderá por todo o processo de avaliação, inclusive após a avaliação de campo e certificação, se ocorrer. A participação das mais diversas instâncias representativas da sociedade civil é fundamental, visto que a certificação florestal pressupõe o exercício pleno da cidadania de indivíduos e instituições, direta ou indiretamente interessados no assunto. Todos os comentários recebidos no decorrer dessa avaliação serão registrados, de forma anônima, como uma preocupação pública, verificados durante a auditoria e respondidos no relatório final.

2. A avaliação em campo será realizada no período de 11 a 15 de junho de 2018, onde uma amostra representativa de documentos, fazendas e operações dentro da área florestal, definida como escopo de certificação, será inspecionada pela equipe de auditores.

3. Consultas às partes interessadas serão conduzidas durante os trabalhos de campo. Momento esse em que a equipe de auditores fará entrevistas e reuniões com pessoas e entidades locais, além de instituições governamentais, que possam contribuir para a avaliação.

4. Após as verificações de campo será elaborado um relatório pela equipe de auditores, o qual discorrerá sobre as constatações da auditoria, as conclusões e a decisão de certificação.

5. O relatório também será revisado pela Equipe de Revisão da Sysflor, de forma a assegurar que a empresa não apresente qualquer desacordo fundamental referente à precisão dos dados coletados ou à veracidade de quaisquer observações e suposições, feitas pela Equipe de Avaliação.

6. Posteriormente o relatório é revisado pelo Comitê de Certificação da Sysflor, para a avaliação do conteúdo e a coerência das conclusões apresentadas.

7. O processo de avaliação será finalizado mediante a apresentação do relatório final e com a emissão da decisão da certificação, onde, se concedida, a Sysflor disponibilizará o resumo público do relatório de certificação em sua website (www.sysflor.com.br).

A sua participação nesse processo de avaliação pode ser realizada através do preenchimento do Formulário anexo. Salientamos também que, caso a certificação se efetive, a qualquer momento, durante o prazo de validade da certificação, serão aceitas manifestações sobre o desempenho do empreendimento, quanto aos Princípios e Critérios do Cerflor.

O formulário preenchido deverá ser enviado ao e-mail vanilda.souza@sysflor.com.br.

Solicita-se ainda a gentileza de V. Sa. para divulgação do Questionário abaixo às instituições e pessoas de seu conhecimento, que tenham interesse em participar do processo.

< Voltar